Chico Catatau: o livro mais arretado dos últimos mil anos

Palestrante: Poeta Izaías Gomes de Assis

Assuntos abordados: História da literatura de cordel brasileira e regras para escrever ou identificar um “bom cordel” observando elementos como a métrica e a rima.

Público alvo: Profissionais de educação, jornalistas, universitários, poetas cordelistas iniciantes e todos interessados por esta forma literária e centenária do Nordeste Brasileiro.

Objetivo: Ensinar as técnicas de como compor um cordel e explicar a diferença entre o cordel brasileiro e o lusitano, fazendo uma análise histórica do assunto.

Quantidade do público: 20 a 40 pessoas.

Recursos do palestrante: Um varal e um expositor de literatura de cordel, alguns cordéis antigos de minha coleção, matriz da apostila sobre a História da Literatura de Cordel e matriz da apostila como escrever um autêntico cordel (ambas de minha autoria)

Recursos do organizador: Espaço fechado apropriado, local para expor o varal de cordel junto com o expositor, cópias das apostilas supramencionadas.

O poeta da literatura de cordel, Izaias Gomes, declamando seus versos sobre a fictícia visita de Bin Laden a Natal

A Chico Editora trabalha no segmento de literatura de cordel, levando aos poetas os melhores serviços de impressão dos livretos de cordel pelos menores preços do mercado.